terça-feira, 11 de agosto de 2009

Menos Humano


Queria ser menos egoísta
Desejo todos os dias
Ser menos humano

Poder viver longe da angustia em que corrói toda mente pensante

Queria poder me libertar do tempo
Do tempo de vida, do tempo de amar

Poder voar
Longe alto no crepúsculo do mar

É podia viver de imaginar
O amor poderia ser menos egoísta ao amar

Os sonhos lindos e vivos num luar
Onde para viver não precisa matar
Onde a beleza nunca o abandonara
E toda a escória venha a ser esquecida

Meninas caladas e esquisitas

A morte me beija todos os dias
Sem que eu possa lutar

Entrego-me fácil
Mesmo jovem
Já provei o que se tinha pra provar
Das garotas até a mais pura vodka

Vou me deitar
Esse sonho amanha
Na vida, na carne não vai mais brilhar

Mas irei esperar até a hora de poder gritar!


Fabiano Antunes.

2 comentários:

  1. Cara, coloca um sistema pra seguidores do blog! Já to acessando!

    ResponderExcluir